Programa “Formação Inserção Inovação 2”

Formação e Inserção Profissional
  • 36 mesesdezembro 2023-novembro 2026
  • Multipays

Contribuir para a inserção socioeconómica dos jovens vulneráveis e para o reforço dos intervenientes público-privados no setor através da formação, da inovação e da aprendizagem

Locais de intervenção

Brasil
  • Estado da paraíba
  • Estato da Ceára
França
  • região hauts de France
Guiné-Bissau
  • Bissau
Moçambique
  • Beira
  • Maputo
  • Pemba
Republica do Congo
  • Brazzaville
  • Dolisie

A formação e a inserção profissional dos jovens é hoje uma prioridade política para os países, mas os níveis de implementação e os vários compromissos não permitem grandes mudanças, em especial nos bairros urbanos periféricos desfavorecidos. Esta situação conduz a muitas desigualdades, especialmente para as mulheres jovens, que são mais afetadas pelas atuais crises políticas, económicas, sociais e climáticas.

O principal desafio a que a ESSOR pretende responder através deste programa é aproximar os jovens vulneráveis que estão longe do emprego, especialmente as mulheres, das oportunidades oferecidas pelos atores do ensino e formação técnica e profissional. Para tal, a ESSOR atua a três níveis. A nível dos jovens, com especial incidência no reforço combinado das competências humanas e profissionais para eliminar as barreiras que limitam o acesso dos jovens ao mercado de trabalho. Ao nível do bairro, oferecendo uma gama de serviços sociais públicos e privados nas proximidades, com uma oferta concreta e acessível de formação e inserção profissional. Ao nível dos intervenientes nacionais e internacionais, intensificando as ações que visam a formação de plataformas de consulta-ação.

Nossos compromissos

  • Formação dos jovens vulneráveis, em especial das mulheres jovens, e dos intervenientes público-privados do setor para a inserção socioeconómica

  • Desenvolver sistemas e metodologias inovadoras para jovens vulneráveis numa dinâmica de organização em aprendizagem

O projeto em ação

  • Mobilizar, acolher e orientar as mulheres e os jovens mais vulneráveis através de programas inovadores (Serviço de Formação para o Emprego, Balcão de Orientação para o Emprego, Biblioteca de Ferramentas, etc.)
  • Oferecer aos jovens módulos de Formação Humana, que lhes permitam desenvolver "soft skills" e "competências humanas" procuradas pelos empregadores
  • Implementar formação profissional orientada para a prática, com base nas oportunidades do mercado de trabalho local
  • Apoiar os jovens na sua inserção profissional: procura de estágios, criação de CV, preparação para entrevistas, trabalho independente
  • Reforçar as competências metodológicas das equipas e parceiros
  • Cocriar estratégias de sustentabilidade com parceiros e plataformas de ação
  • Desenvolver o catálogo de formação para atores externos
  • ...
A pepita !

Lançamento do primeiro estudo de impacto sobre a dinâmica económica dos bairros! O objetivo? Identificar o impacto da ação da ESSOR e dos seus parceiros na dinâmica económica comunitária e na melhoria da qualidade de vida dos habitantes dos bairros estudados. Tal permitirá analisar as tendências em grande escala e as externalidades positivas (ou negativas) da presença a longo prazo dos projetos (taxa de vulnerabilidade dos agregados familiares, taxa de emprego na zona, desenvolvimento do espírito empresarial, etc.).

Fui ao meu BIOSP+ local e interessei-me pela área de cameraman, porque estava curiosa para saber mais. Eu me inscrevi no mesmo dia! Esta formação trouxe-me muitas vantagens, porque treinei numa área que era totalmente desconhecida para mim e estou muito bem, porque desenvolvi uma certa paixão por esta área. Graças à minha dedicação e determinação, fui escolhida para fazer um estágio na empresa onde me formei. Após este estágio, encontrei emprego numa empresa que faz comerciais, onde trabalho como assistente de operador de câmara. Hoje, tenho um emprego na área que gosto e com o salário que ganho, 7.000,00MT (cerca de 100€), posso cobrir as minhas despesas e contribuir para algumas despesas domésticas. Também estou economizando parte do meu salário porque quero voltar a estudar.
Victoria 22 anos Maputo, Moçambique

Alguns dados...

  • 2 200 jovens (50% dos quais mulheres) formados em profissões promissoras
  • 4 500 jovens apoiados na sua inserção
  • 720 jovens (50% dos quais são mulheres) beneficiam de formação em autoemprego;
  • 400 profissionais (internos e externos ao projeto) formados em metodologias ESSOR
  • 48 organizações (associações locais, centros de formação profissional, etc.) apoiadas
  • 300 empresas parceiras

Ao nosso lado neste projeto