• 36 mesesJulho 2018-Junho 2021
  • Multipays

Reforçar a sociedade civil e os poderes públicos na implementação e apropriação de metodologias educativas certificadas e influenciar as políticas públicas educativas para uma educação de qualidade com custos controlados destinada aos mais vulneráveis.

Locais de intervenção

Brasil
  • Estado da paraíba
  • Estato da Ceára
Chade
  • Moundou
  • N'Djamena
Guiné-Bissau
  • Bissau
Moçambique
  • Beira
  • Maputo

No mundo, 175 milhões de crianças com 3 a 5 anos de idade não têm acesso à educação pré-escolar. (UNICEF, 2019)

A educação é «um direito humano fundamental que abre os olhos ao exercício de outros direitos. Para realizar este direito, os países devem garantir um acesso universal e igual à uma educação igualitária e inclusiva». (UNESCO, 2018). Para acompanhar as populações mais vulneráveis a aceder uma educação inclusiva, inovadora e de qualidade, ESSOR acompanha os mais pequenos e os adolescentes através de 2 metodologias específicas:

A metodologia pré-escolar visa implementar uma pedagogia ativa e centrada sobre a criança e incentivar o envolvimento dos pais na educação de seus filhos.

O Percurso Cidadão é destinado aos adolescentes de 13 a 17 anos e situa o jovem no centro das atividades, implementando uma abordagem inclusiva e participativa que mistura formação cidadã e saber estar, através de oficinas ludo-educativas e atividades que os permitirão tornarem-se atores de transformação das suas comunidades.

Nossos compromissos

  • Oferecer às crianças atividades pré-escolares para facilitar sua integração na escola primária

  • Ajudar os adolescentes a desempenharem um papel ativo e cidadão na sociedade

  • Reforçar sustentavelmente as capacidades de saber-fazer dos atores do Sul a se apropriarem, adaptarem e perenizarem as metodologias educativas de qualidade para os mais vulneráveis e trabalhar em rede para influenciar as políticas públicas educativas.

O projeto em ação

  • Acompanhar e formar as instituições públicas e associações locais à implementação de atividades educativas de qualidade.
  • Implementar atividades pré-escolares baseadas na pedagogia centrada na criança, na qual a criança é ator de sua aprendizagem, em parceria com as associações locais.
  • Diagnosticar e assegurar cuidado específico para as crianças pequenas portadoras de necessidades especiais ou que apresentem atrasos psicomotores e sócio afetivos, em parceria com as associações locais.
  • Realizar «Percursos Cidadãos» de 4 a 9 meses com e para os adolescentes, em parceria com as associações locais.
  • Ofertar ações de Educação à Cidadania e à Solidariedade Internacional na França e nos países de intervenção.
  • Envolver os pais através da organização de rodas de diálogo e oficinas em tornos de temáticas educativas e cidadãs.
  • Criar formações certificadas para os animadores e educadores com as universidades, centros de formação profissional e autoridades publicas.
  • Implementar um Selo de Qualidade para as estruturas que implementam os Percursos Cidadãos ou as atividades Pré-Escolares.
  • Capitalizar as metodologias educativas e os manuais de formação.
  • Criar uma rede internacional de educação comunitária.
A pepita !

Os Clubes de Jovens, para prosseguir o engajamento cidadão ! O objetivo é de fornecer uma perspectiva aos jovens que concluem um Percurso Cidadão e desejam se envolver e continuar a se implicarem e fazer frutificar a experiência adquirida. Diferentes tipos de ações são possíveis: organizar debates semanais ou mensais com os jovens da comunidade, montar um grupo de teatro ou música, implementar atividades esportivas e culturais, implementar apoio escolar, criar espaços de compostagem associados à implementação de hortas, etc… Cada Clube pode escolher um tema e uma ação chave. Um pequeno fundo é previsto para ajudar os Clubes a implementar e criar as atividades geradoras de renda para que eles sejam financeiramente autónomos. Alguns podem também se inserirem nas associações existentes ou então estruturarem-se como associação para fazerem-se ouvir junto aos poderes públicos. Trocas de experiências entre diferentes Clubes da mesma cidade são organizados para partilhar as boas práticas e as dificuldades. Eles constituem assim um eco importante de cidadania no seio da comunidade e incorporam modelos positivos para os seus jovens. Esta abertura constitui a continuação do Percurso Cidadão e consolida o trabalho de empoderamento dos jovens, principalmente graças às novas competências humanas e sociais que eles adquirem ao longo do processo. Embaixadores da juventude, fazem sua voz ser ouvida e agem a favor de suas causas centrais, principalmente a igualdade entre homens e mulheres, tudo enquanto preparam a sua entrada na vida adulta.

Órfã de mãe, eu não conheço meu pai e minha avó me criou. Depois da sua morte, fui adotada por uma prima. Um dia, uns conhecidos me falaram do Percurso Cidadão e disseram que seria interessante para mim. No dia a seguir fui fazer minha inscrição e minha candidatura foi aceita. As temáticas que chamam minha atenção são: «Ser e Conviver», «Minha família» e «Adolescência». Estou muito contente com o Percurso Cidadão porque abriu a minha mente. Antes eu era muito tímida e sempre preocupada. Graças ao Percurso, consigo discutir e falar a frente de meus amigos. Também descobri a autoestima, coisa que eu não conhecia na minha vida.
Esther 15 anos N'Djaména, Chad

En 2019...

  • 2 863 crianças e adolescentes (55% de meninas) participam nas atividades educativas.
  • 1 410 pais/responsáveis de educação (39% do sexo masculino) participam nas oficinas parentais
  • 24 estruturas escolares e universidades implicadas no projeto.
  • 28 OSC (Organizações da Sociedade Civil) acompanhadas e reforçadas.
  • 11 instituições públicas colaboram com ESSOR no programa de educação.

Ao nosso lado neste projeto

Parceiros Operacionais

Actualités du projet